Duas pessoas fazendo exercícios físicos em um parque

A prática de atividades físicas fortalece a imunidade?

Bons hábitos podem ser adotados para aumentar a imunidade, entre eles a prática regular de atividades físicas, que tem o potencial de alterar significativamente o funcionamento do sistema imunológico.1 Esse sistema é constituído por órgãos, moléculas e células de defesa que circulam na corrente sanguínea. Anticorpos, glóbulos brancos e outros componentes são responsáveis por defender o organismo e apoiar a sua recuperação quando invadido por agentes causadores de doenças, como vírus e bactérias.2

Estudos indicam que a resposta imune, ou seja, a reação do corpo induzida pela presença de agentes estranhos, também é definida pela regularidade, intensidade e pela duração das atividades físicas praticadas.1

Como a atividade física apoia o sistema imunológico

Nas últimas quatro décadas, diversos estudos investigaram como a prática de atividades físicas afeta a imunidade. De acordo com um artigo científico publicado em março de 2020 por médicos da Universidade de Bath, no Reino Unido, está amplamente aceito na comunidade científica que exercícios regulares são benéficos para o sistema imunológico.3

Outro estudo, publicado em 2014 por pesquisadores da Universidade de Umeå, na Suécia, mostrou que corredores de maratonas e outros atletas ficavam doentes com menos frequência ao longo do ano.4 Já uma pesquisa feita com roedores e publicada em 2005 por estudiosos da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, demonstrou que a prática moderada de exercícios reduziu a mortalidade pelo vírus Influenza, o vírus da gripe, entre tais animais.5

Mas como a prática de exercícios interfere no funcionamento do sistema imunológico? Basicamente, a atividade física pode aumentar a quantidade de células que o compõem, principalmente os linfócitos T, podendo aumentar a imunidade. Os linfócitos são produzidos pela medula óssea e têm o papel de atacar células hospedeiras infectadas, ativar outras células imunológicas e regular a resposta imune.6

COVID-19: como melhorar a imunidade

De acordo com artigo científico publicado por pesquisadores brasileiros em julho deste ano, a circulação de linfócitos aumenta durante e após a prática de exercícios, assim como a produção de citocinas pró e anti-inflamatórias (proteínas secretadas por células, importantes para a regulação do sistema imune), se tornando uma arma poderosa contra a infecção do novo coronavírus. Praticar atividades físicas tem efeito na menor incidência, intensidade dos sintomas e mortalidade por infecções virais, incluindo a COVID-19.1 Portanto, manter-se ativo é fundamental.

Referência:
1. Bula do produto.

Copyright © @string.Format("{0}", DateTime.Now.Year ) Sanofi. Todos os direitos reservados. Última atualização 06/07/2016. BR-TAR-15.06.05 06/07/2015. APENAS PARA RESIDENTES NO BRASIL